Chega de sofrer para dar remédio ao seu gato

Quem tem um bichinho em casa sabe a verdadeira luta que é administrar os remédios quando eles ficam doentes, principalmente quando esse bichinho é um gato. Pode ser mais fácil disfarçar o comprimido dentro de algum petisco saboroso com os cães, mas nem sempre é o mais recomendado. Alguns cuidados podem ser tomados, como os que listamos abaixo:

1. Peça orientação ao veterinário
Pergunte sobre restrições em misturar o medicamento na comida do seu pet. Alguns comprimidos não podem ser partidos nem dissolvidos, ou precisam ser administrados em jejum.

2. Tenha uma atitude positiva
Tente associar a hora do remédio a atitudes positivas com o bichinho. Brinque, faça carinho, dê petiscos, fale com ele de forma amável. Talvez ele até passe a esperar ansiosamente pela hora do remédio.

Converse com o veterinário
A primeira coisa a se fazer parece meio óbvia, mas as vezes a gente esquece de perguntar ao veterinário se a medicação precisa mesmo ser via oral.

Atualmente, o mercado famacológico pet está muito avançado e temos ótimas opções de medicamentos em ampolas, cremes, spray e outras apresentações bem mais atraentes que um comprimido amargo.

Entre seringas e toalhas
Se não tiver mesmo como fugir dos temíveis comprimidos, existem algumas coisas que podem ajudar. Já ouviu falar em “Aplicador de comprimido”?

Aplicadores de comprimidos: são parecidos com serigas, só que sem pontas. Você pode colocar o comprimido inteiro dentro dela e depois basta empurar pela garganta do bichano.

Atenção: alguns veterinários não recomendam essa técnica, pois acreditam que pode haver perda na eficácia da medicação ao ser triturada. Eu recomendo que antes de partir para essa opção, você converse com o médico que acompanha seu gatinho e se informe com ele se pode ou não utilizar essa técnica.

  • Comida úmida: alguns gatinhos, menos exigentes, conseguem ser ludibriados com os deliciosos sachês! Nesses casos, basta misturar o rémedio no caldinho do sachê que o gatinho come naturalmente. Se o remédio for manipulado, fica mais fácil ainda, pois a maioria das farmácias de manipulação pet já faz capsulas saborizadas. Mas é claro, gatos não são como cachorros, a maioria não se deixa enganar. Eles devem comer todo o sachê e deixar o comprimido ou capsula intacta no comedouro. Faz parte do paladar exigente felino.

Leave a Reply